expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Translate

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Vivificação

Vivificação


     Foto: Daniel Carvalho Gonçalves


Mergulhei no oceano do meu sentimento
E encontrei, quase ileso, um velho conhecido:
Meu ego romântico, capaz de buscar alento
No fêmeo encanto dum paraíso perdido.

No entanto, borboleteava tão triste,
Quem sabe perdido em suas contradições,
Sabendo que o amor que o move não desiste,
Mas transforma-se em dores e paixões.

Talvez fosse essa a tristeza de quem tem medo
De quebrar o silêncio dos seus segredos
E ter que encarar-se num espelho.

Mas, eis que seus olhos brilharam, lucipotentes,
E seu coração descompassou-se, demente - 
Epinefrina da magia de dois lábios vermelhos.


Daniel Carvalho Gonçalves
Escrito em 03 de agosto de 2000
Abraço!

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Incontestável

Incontestável


     Foto: Daniel Carvalho Gonçalves


Meu coração está em suas lagoas,
Nos sonhos e fantasias
Que nascem em suas margens,
Na delicadeza rara
Do espelho de suas águas.

Meu coração pulsa forte
Com a imponência de sua serra,
Com a mágica canção
De sua cascata,
Com o mistério inato de suas grutas
E a agreste doçura 
Do seu cerrado.

Meu coração vislumbra o futuro
Em seus prédios,
Aplaude o progresso responsável
De suas fábricas,
Brinca com a arte dos seus projetos,
Funde-se à energia 
Inexorável do seu amanhã.

Meu coração passeia, extasiado,
Por seus bairros, cada rua,
E abraça cada pessoa que passa,
Homens, mulheres e crianças;
Reconhece sonhos, esperanças e lutas,
Porque também faz parte
Desse povo feliz e batalhador.

Meu coração se paixona
Por você em cada manhã,
Em cada promessa do dia que amanhece,
Na sedução das suas noites,
Na familiaridade das suas feiras,
Na múltipla cultura dos seus artistas.

Meu coração silencia-se,
Respeitoso,
Ante a vária religiosidade
Dos seus habitantes,
Ante a humanidade
Daqueles que vivem em seu seio,
E choro, emocionado,
Me faltam palavras,
Porque é maravilhoso
Ser ou estar sete-lagoano.


Daniel Carvalho Gonçalves
Escrito em 17 de outubro de 2010
Abraço!


quarta-feira, 17 de maio de 2017

À mulher mais importante da minha vida

À mulher mais importante da minha vida


     Foto: Daniel Carvalho Gonçalves


Em minha mediocridade, quis te dar o mundo,
Algo tão precioso quanto o teu sorriso
Ou o teu olhar, capazes de me tocar profundamente - 
Todos os sonhos do mundo não contam o quanto te preciso.

Resta-me o silêncio do meu sentimento,
Minha alma extravasando poesia,
Pois, és religião, meu sol, meu alimento.
Ah! Queria te dar toda alegria!

Hoje, quando nada tenho além de poemas,
Quero agradecer-te, minha adorável pequena,
Pela magia de viver num paraíso ao teu lado,

pelo abraço cúmplice, pela mulher maravilhosa
Que és, simples, delicada, explosiva e poderosa,
A mulher que amo, meu eterno anjo encantado.


Daniel Carvalho Gonçalves
Escrito em 20 de dezembro de 1998
Abraço!

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Incomparável

Incomparável


  Foto: Daniel Carvalho Gonçalves


Ela é um poema
Escrito pelas mãos divinas,
Sem qualquer palavra,
Apenas o mais puro encanto
Brilhando em uma mulher.

Ela é luz em noite escura,
Mágica, simples e verdadeira.
Mas às vezes é a noite,
Misteriosa,
Envolvente,
Imprevisível.

Ela é canção de amor,
Doce e harmoniosa,
Uma deusa transpirando paz.

Ela tem o abraço mais gostoso,
Sina de quem se sabe deliciosa,
Poder de fêmea maravilhosa,
A mais incrível história
Que já habitou meu coração
E a minha realidade.


Daniel Carvalho Gonçalves
Escrito em 30 de abril de 2017
Abraço!

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Seu por inteiro

Seu por inteiro


  Foto: Daniel Carvalho Gonçalves


Quero sua boca colada na minha,
Beber seus beijos lentamente,
Retirar desse néctar a vida,
O sonho em forma de paixão.

Quero sentir o seu abraço,
Tirar a sua roupa sem pressa,
Sentir a sua pele na minha,
Macia, perfumada e quente.

Deixar minhas mãos
Deslisarem em seu corpo,
Lhe provocar,
Arrancar arrepios,
Sentir o gosto do seu sexo.

Ouvir o seu gemido
Quando nos misturarmos
No mesmo prazer,
Sentir o seu gozo
Amolecendo seu corpo,
Me fazendo seu por inteiro.


Daniel Carvalho Gonçalves
Escrito em 30 de abril de 2017
Abraço!