expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Translate

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

O maior encanto da vida (II)

O maior encanto da vida (II)


  Foto: Daniel carvalho Gonçalves



O que mais encanta a alma do poeta
Não é uma borboleta fazendo festa
Nos campos de uma primavera multicor,

Tampouco a noite, mágica em seus medos,
Ou o encanto de desvendar seus segredos,
Nem mesmo o condão frágil de um sonhador.

Ora! fascínio vero e infinito
Não nasce do tolo desespero dum grito
De quem pede, com afã, ajuda divina.

O que mais encanta a alma do poeta,
Levando ao êxtase a sua quimera,
É a simplicidade da mulher amada,

Cada riso seu, cada brilho em seu olhar,
O fogo ardente em sua pele nua,
Sua leveza, como se pudesse voar, 
A beleza e a grandeza da alma sua.


Daniel Carvalho Gonçalves
Escrito em 20 de novembro de 1996
Abraço!

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Soneto da conquista

Soneto da conquista


  Foto: Daniel Carvalho Gonçalves


O sonho aconteceu, de repente,
Como um raio iluminando a noite,
Como bote certeiro de uma serpente
Ou o golpe ligeiro de algoz açoite.

Adentrou os domínios frios da rocha,
Escravizou e domou seu sentimento,
Provocou medo, apagou as tochas
Da escassa iluminação, furioso vento,

Fazendo do arrogante deus um menino,
Ensinando o amor dum jeito dolente,
Provocando desejo com índole de vinho.

Só mesmo uma mulher com jeito inocente
E malícia agreste de espinho
Para jogar aos seus pés meu sonho demente.


Daniel Carvalho Gonçalves
Escrito em 25 de dezembro de 2000
Abraço!