expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Translate

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Do que provocas em mim

Do que provocas em mim


     Foto: Daniel Carvalho Gonçalves


Teu cheiro me envolve,
Prende,
Tem magia que entontece, 
Vicia.

Teu riso é uma mistura
De raro encanto:
Coisa de mulher dengosa,
Maliciosa,
Suavidade de menina inocente.

Sigo teus trejeitos, 
Bebendo cada gesto,
Como se deles nascesse
O dom de me fazer viver,
Como se fosses deusa.

Enfim, não componho o poema,
Pois, ele nasce, infante,
Do que provocas em mim.


Daniel Carvalho Gonçalves
Escrito em 05 de fevereiro de 2017
Abraço!

Nenhum comentário:

Postar um comentário